• Maria Luiza Canedo

Arte em Punta del Este.

Ja compartilhei um post especial sobre Punta del Este, o balneário mais charmoso do Uruguai. E na minha opinião, a cidade se torna ainda mais charmosa quando oferece passeios que aliam criatividade, a arte e a cultura artística espalhada pelo mundo.

Em Punta del Este tivemos o prazer de conhecer o Museo Ralli. O museu é de um proprietário particular e colecionador que ama a arte, e preferiu expor sua coleção com obras exclusivas a deixa-las guardadas em sua mansão. Nós optamos ir de van, acompanhados de um city tour que nos apresentou algumas bairros chiquérrimos de Punta, como o Beverly Hills por exemplo, mas você pode optar para ir de táxi e até de bicicleta através da ciclovia da Avenida Roosevelt, dependendo do local que estiver hospedado. O museu tem entrada gratuita com horários fixos de abertura, por isso, como em qualquer viagem, fiquem atentos aos horários durante sua programação.

City tour começou com mais uma visita super agradável ao porto.

Entrada do Museo Ralli.

Praça das Estátuas.

Observando…

Sou fã das obras e pensamentos de Salvador Dalí.

No caminho passamos por mais um ponto turístico em Punta que é a escultura das Sereias que estão localizadas no encontro do mar com o Rio da Prata, mostrando a contemplação das sereias com esse encontro. Outra escultura ao ar livre é a Ponte Leonel Vieira, que foi projetada com três ondulações que em uma determinada velocidade de carro, as ondas proporcionam o chamado “frio na barriga” durante seu cruzamento, é divertido.

As Sereias!

Ponto de encontro do mar com o Rio da Prata.

Ponte Leonel Vieira.

E o city tour acaba na encantadora Casa Pueblo, uma obra de arte ao ar livre, desenhada em cima de rochas rodeadas pelo mar. A Casa Pueblo foi executada pelo artista Carlos Páez Villaró que faleceu no início de 2014 e eu tive a felicidade e prazer em conhece-lo em minha visita a Punta del Este. Sem regras projetuais e normas técnicas, o artista foi esculpindo sua grandiosa obra até se tornar seu ateliê e casa. A Casapueblo inspira arte desde seu exterior até cada detalhe interno, sendo uma escultura protegida pela imensidão do mar! Vale a pena conhecer, aliás, deve ser passeio obrigatório quando passar por ares uruguaios.

Casa Pueblo.

Já tratamos de arte, arquitetura, cultura e viagens. Agora é a vez dos livros. Eu amo um livro! Uma biblioteca para mim é como uma fábrica de chocolate para alguns. Passo o dia e me perco em uma livraria! Essa é uma loja dentro da Casapueblo com livros de arte e telas distribuídas por todos os lados!

Lojinha.

Logo o espetáculo da natureza começa… O por-do-sol com uma poesia recitada por Carlos Páez Vilaró: “…adios sol, hasta mañana”. É mágico!!

Por-do-sol na Casa Pueblo.

Tive o imenso prazer de conhecer o artista Carlos Páez Vilaró. Simpático e sorridente, abriu um sorriso quando me apresentei como arquiteta e fã do espetáculo que é a Casapueblo!

Artista Carlos Páez Vilaró.

Após ficarmos encantados com a Casa Pueblo, passamos a noite na feirinha na Plaza Artigas com artigos locais e souvenirs que trago em toda viagem que faço e exponho na minha estante de livros que brilham com minha coleção de cadeiras miniatura de design.

Pegamos uma baladinha em Punta chamada Soho próxima ao porto! Muito boa… É uma rua cheia de restaurantes que depois vira balada, com vista para o mar e para o porto. Lá em Punta a noite rola solta e dizem que a praia de José Ignácio tem umas baladas muito tops!

Baladinha Soho.

Finalmente, Punta del Este é uma cidade para se passar 1 semana e até 1 final de semana. Se organizem durante um feriadinho brasileiro para um passeio diferente e visitem esse balneário charmoso e convidativo.

Até o próximo destino!

0 visualização

Me acompanhe nas redes sociais

©2020 por Maria Luiza Canedo.